André Fernandes vota contra prorrogação do decreto de estado de calamidade pública no Ceará



Enquanto a maioria dos deputados da Assembleia Legislativa do Ceará votou a favor da prorrogação por seis meses do estado de calamidade pública no Ceará em razão da pandemia de Covid-19 que foi enviada pelo governador Camilo Santana (PT), o Deputado Estadual André Fernandes votou contra.


Para Fernandes, a medida não é desejada pela sociedade e no comércio. “Recebo diariamente diversas mensagens de pessoas ligadas a eventos, comerciantes e outras que trabalham informalmente pedindo socorro por conta destes decretos absurdos. Não dá mais pra continuar assim”, declara André.


A prorrogação segue até o dia 30 de junho. Além disso, ele anunciou o “toque de recolher” das 22h às 5h e proibido utilização de espaços públicos a partir das 17h.