Deputado André Fernandes quer proibir mulheres trans em times femininos no Ceará

Atualizado: há 3 dias


O Projeto de Lei 52/2020 fala sobre a proibição da participação de atletas biologicamente do sexo masculino em competições esportivas voltadas para pessoas do sexo feminino no Ceará.


Segundo o deputado, o ponto principal da presente proposição, é para colocar todas as atletas biologicamente do sexo feminino em status de igualdade diante das demais competidoras e atletas. Vejamos que aquelas pessoas que não são biologicamente do sexo feminino possuem, por natureza, inúmeras vantagens, pois seu vigor físico e biológico é perceptível, pondo em desvantagem quando comparadas com as demais atletas ou competidoras genuinamente do sexo feminino.


Tal proposição torna-se necessária visto que há alguns casos de atletas que são biologicamente do sexo masculino mas que realizaram algum tipo de processo ou procedimento, e assim passaram a se identificar como integrantes de competições esportivas voltadas para pessoas biologicamente do sexo feminino


A matéria foi protocolada na Casa e irá para as comissões para aprovação dos deputados.